implantologia dentaria procedimentos

Prof. Doutor José Rosa - Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética

Dr. José A. Rosa - Implantologia Dentária

implantologia dentaria procedimentos
Quem Somos

______________________

Mapa Site

_______________________

Noticias/Videos

_______________________

Contactos

Procedimentos


O planeamento para colocação de implantes envolve uma revisão da história médica e dentária do paciente, um exame clínico completo dos tecidos bucais, da confirmação anatómica e da consistência do osso de suporte dos maxilares, através de diferentes técnicas radiográficas. Deve ser estudada também a forma como os dentes se deverão articular, através de modelos de gesso. Após um estudo completo e meticuloso, o médico dentista estará apto a discutir com o candidato os benefícios e os riscos, além da possibilidade de tratamentos alternativos e/ou complementares que possam criar condições para a colocação dos implantes.

1- A técnica de colocação de implantes envolve normalmente 2 etapas distintas: a fase cirúrgica (duração variável conforme o número de implantes) e a confecção da prótese.

2- A anestesia é local, mas para se evitar estados de ansiedade que prejudiquem o desenrolar da cirurgia podem ser ministrados fármacos previamente à cirurgia. O uso de ansiolíticos, na dosagem adequada ao paciente, é por vezes recomendável.

3- O pós-operatório é normalmente muito bom, bastante melhor que outras cirurgias orais de mesmo porte. Devem ser ministrados anti-inflamatórios e analgésicos neste período com o objectivo de diminuir o desconforto e a inflamação da área. Raramente ocorrem problemas pós-operatórios, como hemorragia, hematomas, dor acentuada e infecção pós-operatório.

4- A partir da cicatrização gengival são confeccionados os elementos protéticos. O paciente deve ter em conta que os implantes, por melhor e mais fiáveis que sejam, não representam a recuperação funcional e estética total dos dentes naturais. Não podem pelo facto de serem artificiais, restituir completamente todas as funções dos dentes naturais exerciam, se em bom estado.

5- Há necessidade de controlo periódico de próteses sobre implantes, pelo menos duas vezes por ano, para re-aperto e/ou troca de parafusos, aperto de clips de retenção, troca de dentes, etc. além de acompanhamento radiográfico. Este tempo pode ser encurtado dependendo da complexidade da prótese. Há necessidade absoluta deste retorno periódico preventivo. São obrigatórias as consultas de higiene oral a cada 5 a 7 meses.