Cirurgia Plástica, Estética, e Reconstrutiva

Prof. Doutor José Rosa - Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética

Dr. José A. Rosa - Implantologia Dentária

cirurgia plastica
Quem Somos

______________________

Mapa Site

_______________________

Noticias/Videos

_______________________

Contactos

Cirurgia Plástica

A integridade estética da face é de enorme importância na autoestima de qualquer indivíduo. Já Aristóteles afirmava que "a beleza é melhor recomendação que qualquer carta de apresentação" a propósito dos aspectos psicológicos das dismorfias da face.

Sendo a face a parte do corpo que melhor define a identidade e modo de comunicação, e tendo em conta que, muitas vezes a cirurgia, para ser curativa, tem de ser muito destrutiva, é necessário valorizar também a sequela psicológica que pode levar à redução da autoestima, isolamento social, medo de rejeição, abandono e ainda o risco de precisar de ajuda, face a uma eventual tendência para o suicídio. Qualquer dismorfia em qualquer área do corpo pode afectar a imagem corporal, mas a pele da face o nariz, lábio, pálpebras são as mais citadas.

A cirurgia plástica esta associada desde os seus primórdios á reconstrução de deformidades ou disfunções provocadas pela doença neoplásica.

Os tumores graves e extensos ou com recidiva da face são tratados por um conjunto de médicos provenientes de várias especialidades com principal actividade na face que têm um nível de diferenciação técnica adequado ao estado da arte. Estamos integrados em grupos de trabalho organizado para, em clínica privada ou convencionada dar resposta de acordo com os critérios seguidos nos melhores centros do mundo de quem seguimos as directrizes técnico-científicas.

Procuramos o suporte das especialidades das ciências básicas e de diagnóstico, destacando-se a Imagiologia, Anatomia Patológica, Medicina Nuclear, Medicina Interna, e Dermatologia. Combinamos as potencialidades dos cirurgiões oriundos da Cirurgia Geral e da Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética, já que o grau de diferenciação técnica actual é incompatível com o seu domínio no âmbito de uma só especialidade ou de um só cirurgião sobretudo em áreas como a Oncologia da Face ou da Mama.

A terapêutica cirúrgica é, nestes casos integrada com outras formas de tratamento do cancro, nomeadamente a quimioterapia e a radioterapia quando estas têm lugar.