mamaplastia de redução, Dr. Jose Rosa

Prof. Doutor José Rosa - Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética

Dr. José A. Rosa - Implantologia Dentária

cirurgia estetica
Quem Somos

______________________

Mapa Site

_______________________

Noticias/Videos

_______________________

Contactos

Mamaplastia de Redução

ANTES DA CIRURGIA

1- Tomar a medicação prescrita a horas indicadas.

2-Na noite que precede a operação , fazer a rapação dos pelos axilares e banho de chuveiro completo.

3-É proibido tomar bebidas alcoólicas na véspera da operação assim como fumar ou tomar medicamentos não prescritos.

 

APÓS A CIRURGIA

1-Procurar manter-se em repouso deitada ou semi-sentada . Não se levantar bruscamente sem auxílio para evitar tonturas.

2- Alimentação apenas líquida 6h depois da operação.

3- A paciente pode dormir de lado 2 semanas após a operação e de bruços ao fim de 4semanas.

4- O Iº penso mantem-se até ao 7º dia .Nessa data são retirados alguns pontos e travadas as suturas com adesivos próprios.

5- A paciente virá periodicamente para limpeza das áreas de sutura e substituição de adesivos.

6-Deverá adquirir um soutien adquado à nova situação, com laterais largas tipo tenista para uso permanente no 1º mês só o retirando para higiene corporal.

7- Nas duas primeiras semanas deve evitar traumatismos directos e elevação brusca dos braços. Deve usar roupa fácil de vestir de preferência de abotoar à frente.

8- Pode conduzir automóvel a partir da 2ª semana , fazer ginástica a partir da 5ªsemana e expôr as cicatrizes ao sol só a partir de 4 mêses.

 

INTERCORRÊNCIAS FREQUENTES

1- Surgem frequentemente manchas próximas das áreas de sutura que desaparecem.

2- Podem aparecer pequenas pregas , crostas , pequenas áreas de secreção sanguinolenta , aderências que resolvem naturalmente ao fim de tempo variável sem compromisso do resultado estético final.

3- É comum o aparecimento de assimetrias nas fases mais precoces, devido ao edema ou evolução diferente de cada uma delas . As verdadeiras assimetrias são raras e só poderão ser confirmadas ao fim de 4 meses. Os pequenos defeitos serão sujeitos a correção cirurgica a partir dessa data.

4- Algumas áreas poderão ter sensibilidade aumentada ou diminuída , tendendo para o normal ao fim de alguns meses.

5- As cicatrizes terão dimensões variáveis de acordo com a técnica seleccionada. As suas características (espessura, coloração, relevo e sintomas) evoluem durante cerca de um ano sendo o resultado final aceitável na generalidade dos casos. Nos casos de evolução para cicatriz hipertrófica haverá lugar a atitudes terapêuticas adequadas entre o terceiro e o 12º mês. A cicatriz mais temível é o queloide. Se há algum indicador dessa possibilidade, e se a motivação para a operação é apenas estética, deve ser evitada a cirurgia.

6- O tecido mamário retirado é enviado para exame histológico que permitirá o diagnóstico definitivo. O tecido mamário restante que constitui a nova mama, terá um comportamento semelhante ao das mamas não operadas, que de certo modo pode ser previsto a partir do resultado histológico. Pode pois considerar-se a mamaplastia de redução como uma grande biopsia do ponto de vista de diagnóstico e profilático, nada mais se podendo garantir.